Membros do Blog Filhos da Misericórdia...participe também!

domingo, 8 de novembro de 2009

A "Fraqueza" de Deus




“O Amor é ainda a fonte mais plena para a resposta à pergunta acerca do sentido do sofrimento. Esta resposta foi dada por Deus ao homem na Cruz de Jesus Cristo”(João Paulo II)


Em nossos sofrimentos muitas vezes fazemos uma recorrente pergunta a nós mesmos: "Onde está Deus?".Certamente esta dor para aquele que crê é a pior nos momentos de sofrimento: "Onde está o Deus que acredito que me ama,e se me ama, por que permite tal dor?"


Certa vez santa Catarina de Sena, depois de ter vencido com supremo esforço de vontade uma provação muito grande, viu aparecer Jesus crucificado: "Minha filha Catarina - disse Ele - vês quanto sofri por ti? Não te custe, portanto, sofrer por mim...". Mas ela replicou: "Meu Senhor, onde estavas quando o meu coração era atormentado por tantas provações?" e o Senhor disse: "Estava no teu coração".


Quantas vezes nos esquecemos desse Amor? Deus está conosco, sim, Ele se fez o Emanuel, Ele sofre junto a nós. Sim , eu esqueço deste Amor que fez Jesus morrer por mim naquela cruz, quando tudo o que eu quero é fugir, ir rumo ao desconhecido, na busca vã de arrancar de mim toda a dor e frustração, que Ele já levou sobre si no Calvário.


Quando olho para Jesus crucificado descubro que Deus escolheu o caminho da fraqueza. A Cruz nos revela Deus como Aquele que está sempre disposto a dar-se por Amor. Jesus se fez a fraqueza de Deus, que é mais forte que a força dos homens(I Cor 1,25).


Num ponto de convergência em uma colina chamada Calvário, Deus renunciou a si mesmo para nos salvar pelo AMOR! E o Amor levou sobre si as nossas dores, as redimindo, as santificando!


Agora a cruz transforma-se! Antes era a maior das maldições, mas Cristo a torna caminho de salvação.Realizando a Redenção mediante o sofrimento, Cristo elevou ao mesmo tempo o sofrimento humano ao nível de Redenção. Por isso, todos os homens, com o seu sofrimento, se podem tornar também participantes do sofrimento redentor de Cristo.


Nesses últimos dias, em tempos de dor,tenho meditado muito a respeito do sentido do sofrimento e sempre volto a enxergar com mais clareza a brilhante verdade desse Amor mais forte até mesmo que a morte.


O Amor de Jesus demonstrado por mim, sobrepuja toda a dor. Um Amor que O levou a morrer por mim. Sim! Foi por mim! Porque Ele me amou!


É essa verdade que hoje, me faz sorrir. Me faz entender que Sua vontade é perfeita e agradável, e nada pode me separar desse Amor, nem mesmo a minha dor.


Ah! Eu sou do meu Amado e Ele é meu!

2 comentários:

33catolico disse...

Amadas(os), meditando as duas palavras “amor e dor”, recordo certa vez em um aprofundamento um colega fez a seguinte indagação: sempre que passamos por uma provação perguntamos a Deus “porque está acontecendo isso comigo” e nunca perguntamos “para que está acontecendo isso comigo”. É interessante, pois se mudarmos o foco vamos descobrir que a cada provação que passamos sempre saímos fortalecidos, (ôpa!) seria Deus nos lapidando? É só uma pergunta, para meditar.
Fiquem na santa paz de Deus e sob a proteção da Sagrada Família.
Ricardo – 33catolico.blogspot.com

Comunidade Mariana Filhos da Misericordia de Jesus Salvador disse...

O Amor fez sua casa nos caminhos da dor...impressionante quanto a dor chega a nós, e quando a unimos a Jesus em sua Cruz, esta mesma dor outrora sinal de desanimo, se transforma em vitória, em vida...