Membros do Blog Filhos da Misericórdia...participe também!

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

ERRAR, CAIR E,.. LEVANTAR!


Se você é um ‘ser’, daqueles que cometem erros, mesmo depois de  prometer e jurar jamais cair, então  seja bem-vindo ao ‘Clube dos Seres Humanos’.A frase “Errar é humano”  todos nós já conhecemos.  Faz parte de nosso cotidiano nos depararmos com erros que frequentemente atravessam nosso projeto de sermos melhores.

Nós todos também já passamos pela experiência de cair. Ou no sentido literal, ou no emocional, espiritual, sexual…Cair faz parte de nossa caminhada, bem como de todo e qualquer processo de aprendizagem. O mais interessante da história é saber se levantar, e é o que Deus deseja sempre nos ensinar, como bom Pai que é. Saber levantar é um ensinamento bem paterno.

Lembro quando estava aprendendo a andar de bicicleta, e de como meu pai , a cada queda, me dizia com voz firme, mas encorajadora: "Vai, levanta!".


Se errar e cair é humano, o ato de se levantar também o é. Isso mesmo, todos nós temos a capacidade e a força interior de querer mudar as coisas e conseguir.É uma capacidade que nos foi dada por Deus, é embutido em nós, é um impulso interior, lá de um lugar onde Deus habita. Esse desejo é o que nos impulsiona a não desistirmos do nosso processo de conversão.



O ‘Levantar” também é Divino, pois é a força de reação que Deus pôs dentro de mim e de você vem da Graça Divina que jamais desiste de nós. O Espirito Santo está sempre a dizer a cada um de nós: "Vamos! Você consegue! Você pode! Eu estou convosco sempre! Coragem!" 

No entanto, é muito importante saber como agir. Por isso trazemos algumas dicas, alguns passos para facilitar nosso reerguimento, depois de uma queda:

1. PASSO: 
Reconheça seus limites. Você é um ser humano e isto pode acontecer com todos nós. A queda não causa uma decepção em Deus, porque Deus não tem ilusões a nosso respeito. Deus não é nem um empolgado otimista, nem um triste pessimista. Deus é realista! Nós é que nos decepcionamos conosco mesmos por não conhecermos a imensidão de nossa miséria. Mas Ele sabe tudo o que somos capazes para o bem e o mal. Reconhecer nossos limites, que somos frágeis e podemos cair a qualquer momento nos ajuda a não desejarmos desistir na primeira queda que nos acontecer.


2. PASSO:
Perdoe-se. A culpa que se gera depois de fazer “algo mal” é muitas vezes o que nos leva a novamente voltar a cometer o mesmo erro. Parece contraditório, mas por não nos perdoarmos, dizemos para nós mesmos que não temos jeito e aceitamos ficar no chão, e até buscamos nos lambuzar mais no pecado. Na medida em que você se perdoar, poderá evitar cair de novo. E embora continue caindo, perdoe-se; pense nisto: Jesus nos mandou perdoar 70x7, ou seja, sempre. Ora, se pecamos 70 x 7, com certeza Jesus nos perdoa! E se Ele lhe perdoa, por que você não faz a mesma coisa COM VOCÊ MESMO?



3. PASSO: 
Procure se confessar. O sacramento da reconciliação é a melhor maneira de enfrentar um pecado, não somente porque nos ajuda a nos perdoar, como também porque nos dá a graça para não voltar a cometer este pecado. É um sacramento de cura, que restaura nossa alma na graça e na misericórdia. Ela é como um curativo colocado em nossa ferida. Quanto mais profunda é a ferida, mas curativos serão necessários para cicatrizá-la. Você é muito pecador? Parabéns!Então você precisa muito deste sacramento da misericórdia de Deus. Aquele que disse que veio não para os sãos, mas para os doentes lhe deu o remédio que você precisa na confissão.

4. PASSO: 
Tente reparar o dano na medida do possível. Se você prejudicou alguém ou você mesmo, tente resolver essa situação. Infelizmente, isto é o mais complicado; quando nós prejudicamos alguém, às vezes a ferida provocada é grave e não se cura com simplesmente dizer “me perdoe, por favor”, mas se existirem outras coisas que possamos fazer para corrigir esta situação, uma delas será ajudar as pessoas que foram vítimas de coisas semelhantes, ou trabalhar com pessoas que cometeram os mesmos erros nossos para que elas também mudem de atitude.



5.PASSO: 

Tenha a consciência de evitar a ocasião de cair outra vez. Procure se afastar das circunstâncias que o levariam a cometer os mesmos erros. Com o auto conhecimento vamos entendendo nossos limites e fugindo de ocasiões que provavelmente nos levarão a cair. A vigilância é necessária para não nos expormos a situações que nos levariam a pecar.


6.PASSO:
 Aprenda com sua experiência. Mesmo que você não acredite, um pecado pode ser de grande ajuda para nossa vida espiritual, não quando o cometemos, mas justamente quando nos arrependemos dele, Pois aprendemos que somos fracos e vemos que temos a necessidade de ter Deus em nossa vida. Reconhecermos nossos limites e misérias, com humildade, nos ajuda a crescer na vida espiritual e nos curarmos de nosso maior pecado: A SOBERBA.. Reconhecer que você precisa de Deus em sua vida, o levará a ser misericordioso com as demais pessoas.
Mas nunca esqueça: Se você cair novamente não se desespere! Jesus está com você para dizer que sempre será possível se levantar!
Dedicado a um amado "filho" meu que está aprendendo a andar nos caminhos da Misericórdia...coragem e levante-se... ainda temos muito a andar....

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Blog fantástico, é para mim um privilégio poder ler as suas palavras, de certo que mais vezes virei aqui, no entanto agora vim para encontrar novos amigos e ao mesmo tempo divulgar meu blog.
Quero apresentar o Peregrino E Servo. Gostava que visse meu blog e desejar fazer parte dos meus amigos virtuais esteja à vontade, mas faça-o apenas se desejar.
Muitas felicidades e saúde.
Sou António Batalha.
947 bleoron